Entrevistados

Entrevistados

Entrevistados

Monja Coen Sensei é missionária oficial da tradição Soto Shu – Zen Budismo com sede no Japão e é a Primaz Fundadora daComunidade Zen Budista, criada em 2001, com sede em Pinheiros.
Prof. João Epifânio Régis Lima – biólogo e doutor em filosofia, autor da tese denominada Vozes do Silêncio – Cultura Científica: Ideologia e alienação no discurso sobre vivissecção, 1995 – apresentado ao Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, onde questiona a postura científica dominante, na qual o capitalismo, o cientificismo e o tecnicismo constituem o tripé ideológico do sistema social vigente.
Lia Diskin é jornalista e crítica literária, co-fundadora e Presidente Associação Palas Athena – Centro de Estudos Filosóficos e coordenadora do Comitê Paulista para a Cultura da Paz. Coordenou a vinda de SS. Dalai Lama ao Brasil.
Dra. Irvênia Sanctis Prada – médica veterinária pela Universidade de São Paulo com mestrado, doutorado e demais títulos da carreira acadêmica, em Anatomia Animal;Profa. Titular em Neuroanatomia Animal, tendo recebido o título de Professora Emérita pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo;
É autora dos livros “A Alma dos Animais” e “A Questão Espiritual dos Animais”
Dra. Odete Miranda – médica cardiologista, professora de Propedêutica Clínica da Faculdade de Medicina do ABC. Desde 1998, fundadora e membro do Comitê de Ética em Experimentação.
Professor de História da Cultura da Universidade de São Paulo (USP) e membro do Center for Latin American Cultural Studies do King’s College (Universidade de Londres), Nicolau Sevcenko é autor de “Orféu Extático na Metrópole – São Paulo nos Frementes Anos 20” (Companhia das Letras), “Literatura como Missão” (Editora Brasiliense) e organizador do terceiro volume de “História da Vida Privada no Brasil – República: Da Belle Époque à Era do Rádio”.
Dr. Pedro Ynterian, criou, em Sorocaba, santuário onde abriga chimpanzés resgatados de circos, zoológicos e de pessoas individuais, além de outras espécies de primatas e animais silvestres. É coordenador, no Brasil, do movimento de proteção aos grandes primatas, conhecido pela sigla GAP.
Dr. Jerry Vlasak é reconhecido médico traumatologista americano e um dos mais temidos inimigos da vivissecção. Foi porta-voz do PCRM (Médicos por Uma Medicina Responsável) e dirige a Sea Shepherd Conservation Society, que luta contra o abate de bebês-foca no Canadá. É, também, assessor de imprensa da Animal Liberation Front.
David Cantor fundou e dirige a organização Responsible Policies for Animals, que se dedica a demonstrar aos legisladores como estabelecer normas responsáveis para animais, que sejam também responsáveis para com os seres humanos e os ecosistemas. Defensor dos direitos dos animais desde 1989, trabalhou para diversas organizações, escreveu artigos e colaborou em muitos livros.
Dr. Elliot Katz veterinário e fundador do grupo “Em Defesa dos Animais”. É vice-presidente do FARM – Farm Animal Reform Movement. Trava grande batalha para que a gigante Procter-Gamble não utilize mais animais nos testes de seus produtos.
Dr. Andrew Knight é veterinário, com sólidos conhecimentos sobre o uso de animais no ensino, experimentação animal, filosofia dos direitos dos animais e vegetarianismo. Ainda estudante, teve atuação determinante na abolição do uso de animais nas escolas de veterinária da Austrália, seu país de origem.
Michael Budkie fundou, em 1996, o grupo SAEN – Stop Animal Exploitation Now, que luta pela abolição da vivissecção, com ênfase nos maus tratos cometidos contra os primatas. Valendo-se de leis americanas como a da Liberdade de Informação, Michael teve acesso a documentos que mostram os abusos cometidos contra primatas em laboratórios americanos.
Lawrence Carter-Long tem 30 anos de experiência como comunicador, defensor e ativista da justiça social. Dedica sua vida à promoção do progresso nas áreas de proteção animal e direitos dos deficientes.
Tendo em mente melhorar as condições dos chimpanzés, Nancy Negna trabalhou como voluntária em dois laboratórios que utilizavam esses animais em suas pesquisas. A proximidade com esses primatas a fez perceber o absurdo da experimentação animal. Hoje, participa do Projeto R&R – Release and Restitution for Chimpanzees in US Laboratories, que luta pelo fim da pesquisa com chimpanzés.
No Canadá, Gloria Grow participou de vários grupos em defesa dos animais, até criar a Fundação Fauna, um santuário destinado a abrigar chimpanzés que foram usados em experimentos científicos, o primeiro em seu país.
Dr. Jane Goodall é renomada primatologista, Dama do Império Britânico e fundadora do Instituto Jane Goodall, além de Mensageira da Paz pela Organização das Nações Unidas.
Sérgio Greif é biólogo com mestrado na área de Ciências da Nutrição na Unicamp. Em 2000, escreveu, em conjunto com Thales Tréz, o livro A Verdadeira Face da Experimentação Animal: A sua saúde em perigo, publicado pela Sociedade Educacional Fala Bicho. Mais tarde, publicaria Alternativas ao Uso de Animais Vivos na Educação – pela ciência responsável, publicado pelo Instituto Nina Rosa – Projetos por Amor à Vida.
Thales Tréz é biólogo e professor da UNIFAL , em Alfenas, Minas Gerais. Representante brasileiro da Interniche – International Network of Individuals & Campaigns for Humane Education. Escreveu, junto com Sérgio Greif, o livro A Verdadeira Face da Experimentação Animal: A sua saúde em perigo, publicado pela Sociedade Educacional Fala Bicho.
Dr. Marco Gioso é professor do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo
Dra. Denise Fantoni é professora do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo.
Dra. Julia Matera é Profa. Titular da Disciplina de Cirurgia
Faculdade de Medicina Veterinária da USP e introdutora da técnica de substituição de animais vivos no ensino de disciplinas como técnica cirúrgica e ortopedia.
Tom Regan é filósofo, um dos nomes mais importantes da Bioética, autor do best-seller Jaulas Vazias.
Sonia Filipe é doutora em Teoria Política e Filosofia Moral, professora da Universidade Federal de Santa Catarina em Florianópolis. Especialista em ética animal, defende os direitos dos animais.
Gini Barrett é professora-adjunta de Ética Biomédica e Políticas Públicas da Faculdade de Medicina Veterinária da Western University of Health Sciences, em Pomona, Califórnia. Essa escola foi fundada em 2002, com o princípio de nunca utilizar animais vivos no ensino, criando estratégias inovadoras na formação de médicos veterinários. É tida como modelo de “escola de veterinária do futuro”.